quinta-feira, 1 de março de 2018

Seletiva Estadual para Gymnasiade 2018!

A etapa Estadual aconteceu nesta quarta 28/02/2018 nas dependências do CETE em Porto Alegre.
A Associação Canoas Rio Branco Judô foi representada pelos atletas Filipe Constante, Felipe Machado, Andre Luiz Santos e Isabela Santos Leite.
A Isabela Santos Leite ("Belinha") sagrou-se campeã, conquistando assim a vaga para a etapa nacional que formará a seleção brasileira que disputará a Gymnasiade 2018, que este ano acontecerá no mês de maio no Marrocos.
A etapa nacional acontecerá em São Paulo de 22 a 25 de março de 2018.
Parabéns a equipe da Canoas Rio Branco Judô por mais esta grande conquista! Estamos todos muito orgulhosos de vocês por nós representar.
Família Judô - Canoas Rio Branco Judô.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Rio Branco se funde à Kiai, em Canoas

Duas das principais equipes do judô gaúcho somaram forças. A Kiai e a Rio Branco uniram suas equipes nesta semana (11/12/2013) e, a partir do ano que vem, lutarão sob uma mesma bandeira, a da Kiai. Agora, num mesmo time estarão atletas como Camila Barreto, Ana Caroline Martins, Clóvis Braga Jr. e Giovane Góes, entre outros.
A assinatura de fusão da Rio Branco com a Kiai ocorreu na quarta-feira, na presença de suas diretorias, atletas, familiares e autoridades da Cidade de Canoas.
Tigre mostra sua força
Agora uma só, Kiai e Rio Branco decidiram adotar o Tigre como símbolo da união. Dentre os motivos, foi porque o animal – de origem oriental, como o judô – associa as suas caracteríscas à força, poder, beleza, orgulho, coragem e paixão.








domingo, 18 de agosto de 2013

CANOAS RIO BRANCO COMEMORA SEU PRIMEIRO TÍTULO DE CAMPEÃ

Canoas Rio Branco é a grande campeã do Metropolitano de judô 2013.
 


A Canoas Rio Branco em seu terceiro ano de fundação conseguiu uma verdadeira façanha esportiva, subiu a serra, foi a Bento Gonçalves, disputar com as quinze melhores equipes de judô da Região Metropolitana e serra gaúcha, o título do Campeonato Metropolitano de 2013. Embora seu reduzido grupo de atletas, quarenta e oito, a menor delegação, entre as quatro primeiras colocadas. A novata Rio Branco, fez valer a qualidade técnica de seu grupo conquistando 33 medalhas de ouro; 17 de prata; 12 de bronze; 2 quartos e 5 quintos lugares, somando 697 pontos, que lhe garantiu o lugar mais alto do pódio. Em segundo e terceiro lugar as canoenses Kiai, comandada por Douglas Potrich, que também é técnico da seleção brasileira sub 18 e Caju, que é comandada por Flávio Pereira, que é o árbitro mais graduado no nosso estado, demonstrando toda a qualidade do judô praticado aqui no município, em quarto lugar, a Physio de Bento Gonçalves e em quinto fechando o pódio Recreio da Juventude de Caxias do Sul. Diversos foram os destaques da grande campeã, que possui um seleto e promissor grupo de judocas, mas, Clóvis Braga Júnior, 16 anos, que se sagrou Bi Campeão Sul Americano no mês passado se superou, conquistando o título de campeão nas quatro categorias que disputou (sub 18:  – 90 e absoluto; sub 21: -90 e absoluto). O sensei Sandro Nery, responsável técnico da campeã, estava em estado de graça, foi carregado ao pódio nos braços da torcida, sob aplausos, gritos eufóricos de: “É campeã... É campeã”. Sandro deu entrevista à rádio local e ao nosso blog falando, ainda, muito emocionado: - “Eu queria muito esse resultado. Era o que, nos faltava, para nossa afirmação como equipe de competição. Eu credito a nossa evolução técnica, nesse curto espaço de tempo, aos treinamentos conjuntos que realizamos com a Kiai e com a Federação Gaúcha.” Nery Salienta ainda: “Que a diferença entre a primeira e a segunda colocada, foi de apenas 9 pontos, e a terceira e a sexta colocada também, são do nosso município, portanto, quem está de parabéns é Canoas, que sem sombra de dúvidas é onde é praticado o melhor judô do nosso estado.”


quinta-feira, 1 de agosto de 2013

JUDÔ SUB 13 CANOENSE VIAJA PARA O BRASILEIRO NA PARAÍBA

O FUTURO DO JUDÔ CANOENSE ENTRA NO TATAME

A Canoas Rio Branco Judô, atravessa o país, a partir de hoje, para no fim de semana disputar o Campeonato Brasileiro da categoria, em João Pessoa, na Paraíba. Viaja ao nordeste brasileiro, com quatro atletas e um treinador, representando a Seleção Gaúcha sub-13, certamente a maior delegação de um clube, que se fará representar no Campeonato Brasileiro de Judô sub 13 de 2013.
Os judocasLigeiro feminino: Isabela Santos Leite; Ligeiro masculino: João Victor Borges Calvetti ; Meio-leve: Cristian Ricardo Viana Forte; Meio-pesado: Filipe Constante Machado  e o técnico e chefe de delegação da Seleção Gaúcha Sandro Guede Nery. Ainda fazem parte da mesma Seleção Gaúcha os atletas da também canoense  Kiai : Meio-pesado fem.: Tuany Vargas de Mello ; Médio masc: Eduardo Martins Oliveira e o treinador Christian Alderete. A delegação gaúcha de judô viaja para João Pessoa, com 15 atletas e quatro treinadores, sendo canoenses: seis judocas e dois treinadores. O professor Nery, ainda, muito feliz, com mais esse expressivo resultado do judô de Canoas disse: “A Rio Branco e a Kiai, que fazem treinamentos em conjunto, há aproximadamente dois anos, para lapidar suas pérolas, já estão colhendo os frutos dessa integração e da soma de esforços, o que demonstra, por si só, o nível do judô praticado em Canoas e  acerto dos treinamentos conjuntos.”



Cristian Alderete e Sandro Nery, com seus atletas prontos para a viagem à João Pessoa 

terça-feira, 16 de julho de 2013

CLÓVIS BRAGA JÚNIOR É BI CAMPEÃO SUL AMERICANO

CLÓVIS BRAGA JÚNIOR CONQUISTA O BI CAMPEONATO SUL AMERICANO EM BUENOS AIRES

Clóvis Braga Júnior no alto no podium

O judoca canoense Clóvis Braga Júnior, da Canoas Rio Branco Judô, conquistou o Bi Campeonato de Judô, na categoria sub 18, meio pesado (-90 kg), nesse final de semana, na cidade de Buenos Aires, Argentina. O atleta de Canoas,viajou com a também canoense Camila Barreto da Kiai, para disputar o campeonato continental. Braga Júnior, não foi bem em sua primeira luta, tendo perdido para Martin Oliveira da Argentina por Wazari, mas, em uma recuperação fenomenal, ganhou todas as três lutas seguintes por ippon, tendo derrotado: Jesus Rodrigues, Venezuela; Juan Betancurt, Colômbia e Fabricio Gonzales, Argentina, todos com o golpe perfeito, o que lhe garantiu a medalha de ouro e o direito de poder ouvir o Hino Nacional Brasileiro, no lugar mais alto do podium.  Camila Barreto, conquistou o vice campeonato no Sul americano, sub 21 já havia ganho, também, a medalha de prata, um dia antes, quando disputou o Pan Americano. O Rio Grande do Sul classificou cinco atletas, tendo conquistado, ainda, mais um ouro com Carolynne Hernandez 48 kg, uma prata com Marcelo Braga 50 kg e um bronze com Gustavo Cação 60 kg. O sensei Douglas Potrich  treinador canoense, foi o treinador da equipe brasileira sub 18, masculina.  Sandro Nery, o sensei de Clóvis Júnior, radiante de felicidade, comentou que seu aluno possui enorme potencial para buscar títulos, ainda mais expressivos, que para tanto, depende apenas de aprimorar seus treinamentos e de  mais apoio e incentivo financeiro.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Importância de Metas no Esporte de Rendimento.

A importância do estabelecimento de metas no esporte de alto rendimento.
A Psicologia do Esporte aplicada ao alto rendimento tem como uma das suas principais funções o desenvolvimento de habilidades psicológicas específicas para o esporte. Este processo ocorre através da correta planificação do treinamento psicológico que busca ensinar aos atletas técnicas que auxiliarão no desenvolvimento tais habilidades. Uma das técnicas básicas que todo atleta precisa dominar e que é utilizada com sucesso por muitos atletas olímpicos, inclusive, pela nossa medalhista olímpica Sarah Menezes é o Estabelecimento de Metas. Esta técnica corresponde a um planejamento de expectativas realistas no qual o atleta, juntamente com seu técnico, estabelece para conquistar um determinado objetivo ou meta, que pode ser vencer uma luta ou ganhar uma medalha, por exemplo. As metas compreendem exatamente o “como” e “o que” o atleta vai fazer em toda a temporada para conquistar o que almeja sem se fixar somente nos resultados desportivos. Para um maior entendimento, as metas podem ser divididas em: metas de resultado: focalizam no resultado competitivo do evento; metas de desempenho: voltadas a atingir padrões ou objetivos de desempenho independentemente dos outros competidores e; metas de processo: focalizam nas ações que o atleta deve praticar durante o desempenho para atuar bem. Os judocas devem utilizar estes três tipos de metas e o importante é saber quando se focalizar em cada tipo e não dedicar toda a atenção nas metas de resultado. Estas, por se focalizarem somente em resultados de competição, direcionam a mente do judoca apenas para conseguir a vitória, contribuindo para o desenvolvimento de sintomas de ansiedade e estresse. De acordo com as pesquisas de Weinberg e Gould (2008) estabelecer metas funciona porque elas dirigem a atenção do atleta para elementos importantes da habilidade ou da tarefa aumentando a concentração, a motivação, o esforço e a persistência. Além disso, facilitam o desenvolvimento de novas estratégias de aprendizagem e; influenciam indiretamente o comportamento porque provocam mudanças em fatores psicológicos importantes, como a autoconfiança, a ansiedade e a satisfação. Para se efetivar uma meta, é preciso dois elementos: direção: aponta aonde se quer chegar; e condições de realização: o mínimo de habilidade necessária para se chegar ao objetivo. Os judocas podem ter como objetivo ou meta efetuar um determinado número de golpes a cada dois minutos de luta, executar determinada técnica aprimorando-a nos próximos 10 treinos, assistir aos vídeos de lutas de seus adversários duas vezes por semana até a próxima competição, diminuir o número de vezes que um adversário tecnicamente superior o arremessa ou mesmo arremessar um adversário tecnicamente inferior quatro vezes por luta, realizar a técnica de mentalização meia hora antes do treino, etc.
Desta forma, percebemos que o Estabelecimento de Metas dependerá da necessidade de cada atleta devendo ser desenvolvido individualmente e buscando sempre o auxílio do Psicólogo do Esporte que o ensinará a utilizá-lo de forma simples e direta, tornando-se assim, um instrumento realmente útil para os atletas que desejam alcançar um aumento de sua performance.
Fonte: www.cbj.com.br

terça-feira, 23 de abril de 2013

CLÓVIS BRAGA JR: RUMO A EUROPA EM BUSCA DA VAGA NO CAMPEONATO MUNDIAL

O canoense Clóvis Braga Jr embarca nesta quarta feira rumo a Europa (Romênia e Alemanha) em busca de se manter em primeiro lugar no ranking nacional e garantir a vaga no campeonato mundial que sera realizado em Miami no mês de  Agosto de 2013. A prefeitura de Canoas ajudou o atleta nesta viagem.